fbpx

Panquecas de alfarroba e coco / Carob and coconut pancakes

Panquecas de alfarroba e coco
Esta é sem dúvida a minha receita preferida para o pequeno-almoço! Panquecas saborosas, saudáveis e nutritivas! Como demoram um pouco mais a preparar, costumo fazer esta receita ao fim-de-semana. No entanto, podem sempre fazer as panquecas na véspera e aquecê-las de manhã. Ficam igualmente boas!
Esta receita é bastante versátil no que respeita à mistura de farinhas que podem utilizar. Eu prefiro sempre utilizar farinhas sem gluten, e por isso já experimentei misturar farinha de arroz integral, farinha de trigo sarraceno, farinha de aveia, farinha de alfarroba e farinha de coco. Podem por isso dar largas à imaginação para obterem os sabores que mais gostam. Convém sempre que mais de metade da quantidade de farinha da receita seja de arroz integral ou de aveia para conseguirem obter uma boa consistência. Se o gluten não fôr problema para vocês, podem também utilizar farinha de trigo ou de espelta, que é mais nutritiva e menos refinada.
Panquecas de alfarroba
Eu gosto especialmente da farinha de alfarroba, porque para além de ter um sabor muito semelhante ao do cacao é rica em fibra, cálcio e sais minerais. A farinha de coco tem também um sabor maravilhoso e um grande valor nutricional, tendo uma grande quantidade de fibra e poucos hidratos de carbono.
Ingredientes (faz 3 panquecas grossas ou 6 finas):
– 125g farinha (*ver abaixo)
– 3 ovos
– 250 ml de leite vegetal
– óleo de coco ou outro
Misturar bem todos os ingredientes numa tigela grande. Untar uma frigideira com óleo de coco ou outro e colocar uma parte da massa. Deixar cozinhar 2-3 minutos, virar e deixar cozinhar outro minuto.
Panquecas de coco
*As minhas misturas de farinha preferidas são:
– 75g de farinha de arroz integral, 25g farinha de alfarroba, 25g de farinha de coco
– 50g de farinha de arroz integral, 50g de farinha de trigo sarraceno, 25g de farinha de alfarroba ou de coco
Experimentem e de certeza que vão ficar fãs destas panquecas. Ficam óptimas com um pouco de pasta de amêndoa e acompanhadas com frutos vermelhos ou kiwi! Podem adquirir estas farinhas nos supermercados biológicos ou nas lojas Celeiro.
This is undoubtedly my favorite recipe for breakfast! Tasty, healthy and nutritious pancakes! Because they take a little longer to prepare, I usually make this recipe in the weekends. However, you can always make the pancakes the night before and warm them in the morning.It is equally tasty!
 
This recipe is very versatile when it comes to the mixture of flour that you can usw. I always prefer to use gluten-free flours, and so I have tried several mixes of brown rice flour, buckwheat flour, oat flour, carob flour and coconut flour. You can try several combinations to get your favorite flavour. However, you should keep in mind that at least half of the amount of flour should be brown rice or oat flour so you can get a good consistency. If gluten is not problem for you, you can always use whole wheat or spelt flour, which is more nutritious and less refined.
 
I specially like carob flour, because in addition to having a very similar taste to cacao, it is rich in fiber, calcium and minerals. Coconut flour also has a wonderful flavor and a high nutritional value, having a lot of fiber compared to fewer carbohydrates.
 
Ingredients (makes 3 thick or 6 thin pancakes):
– 125g flour (* see below)
– 3 eggs
– 250 ml of plant milk
– Coconut oil or other
 
Mix all ingredients well in a large bowl. Grease a frying pan with coconut oil or another oil and place a portion of the dough. Cook for 2-3 minutes, flip and cook another minute.
 
* The flour mixes I prefer are:
– 75g of brown rice flour, 25g carob flour, 25g of coconut flour
– 50g of brown rice flour, 50g buckwheat flour, 25g carob or coconut flour
 

 

 

Try these or your own flour mix and I am sure you will love these pancakes. They are delicious with a little almond paste on top and accompanied with berries or kiwi fruit!

Pão de banana / Banana bread

Com a chegada do Outono começa a apetecer-me comida um pouco mais reconfortante. O Outono, de acordo com a medicina tradicional Indiana (Ayurveda) é uma época dominada pelos elementos ar e espaço (Dosha Vata) e por isso é normal que nos sintamos um pouco mais aéreos. Uma excelente forma de contrariar isto e de nos equilibrarmos é através da alimentação. Já escrevi um pouco sobre isso noutro post, que podem ler aqui. Muito sumariamente, devemos optar por alimentos mais ‘terra a terra’, mais quentes e nutritivos que nos façam assentar! Se conseguirem ouvir o vosso corpo, vão perceber que é esse tipo de alimentos que este vos vai pedir. 
Eu, por exemplo, já comecei a comer mais tubérculos e raízes, como batata-doce e pastinaga, cenoura, beterraba, etc. E também já me apetece uns lanchinhos mais reforçados! Por isso este fim-de-semana fiz pão de banana. Uma alternativa bastante mais nutritiva e saudável ao pão normal, que já há algum tempo evito comer porque descobri que me deixava inchada.
Deixo-vos então aqui a receita, que é vegan e ‘gluten-free’ e é muito fácil de fazer. Podem comprar a maior parte dos ingredientes nos supermercados biológicos ou nas lojas Celeiro.
Ingredientes:
– 1/4 cups leite vegetal (usei leite de arroz)
– 6 colheres de sopa azeite
– 6 c.sopa de maple syrup
– 5-6 bananas maduras
– 2 cups farinha (usei uma mistura de 3/4 cup farinha de arroz integral, 1/4 cup amido de milho, 1/2 cup farinha de trigo sarraceno e 1/2 cup farinha de aveia)
– 1 colher chá de goma xantana (essencial para ligar as farinhas sem gluten)
– 1 c.chá baking soda
– 1c.chá fermento sem gluten
– 1/2 c.chá sal
– 3/4 cup de sementes e frutos secos (usei apenas sementes de girassol, mas podem criar uma mistura ao vosso gosto)
1. Pré-aquecer o forno a 175ºC
2. Untar forma com óleo (se usarem forma de silicone este passo não é necessário)
3. Colocar o leite, azeite, maple syrup e bananas num liquidificador e misturar até ficar cremoso
4. Numa tigela grande misturar os ingredientes secos, e de seguida, juntar a mistura de banana
5. Misturar tudo muito bem, colocar na forma e levar ao forno por cerca de 30-40 minutos (vão verificando se está bem cozido por dentro)
Experimentem que de certeza vão ficar fãs! É delicioso, e guarda-se bem por uns 2 ou 3 dias. Fica excelente aquecido e barrado com um bocadinho de pasta de amêndoa! 
With autumn here, I start to crave more comfort foods. And there is a reason for this. Autumn, according to Ayurveda (Indian traditional medicine) is a season dominated by the elements air and  (Vata Dosha) and therefore it is normal to feel a little more airy. A great way to counteract
this and balance ourselves is through our diet. I have already written a little bit about this in another post, which can read here. Very briefly, in this season, we should go for grounding, warm and nutritious meals to help us feel more comfortable and grounded! If you are able to hear your body you will realize that this is likely the kind of food you are craving.

I have already started to eat more roots and tubers such as sweet potatoes and parsnips, carrots, beets, etc. I also feel like I need more nutritious and heavy snacks and so this weekend I decided to bake banana bread. This is a more nutritious and healthier alternative to normal bread, which I avoid eating because I realized it made me bloated! 

So if you want to give it a try, here is the recipe. It is vegan and ‘gluten-free’ and is very easy to do. 

Ingredients:
– 1/4 cups rice milk (or any milk of your choice)
– 6 tablespoons olive oil
– 6 tbsp maple syrup
– 5-6 ripe bananas
– 2 cups flour (I used a mixture of 3/4 cup brown rice flour, 1/4 cup corn starch, 1/2 cup buckwheat flour and 1/2 cup oat flour)
– 1 teaspoon xanthan gum tea (essential to bind the flours without gluten)
– 1 tsp baking soda
– 1 tsp baking powder gluten-free
– 1/2 tsp salt
– 3/4 cup of seeds and nuts (I used sunflower seeds, but you can create a mix to your taste)

1. Preheat oven to 175 ° C
2. Grease baking pan with oil (if using silicone this step is not necessary)
3. Place the milk, oil, maple syrup and bananas in a blender and blend until creamy
4. In a large bowl mix the dry ingredients and then fold in the banana mix
5. Mix everything well, put in the baking pan and bake for about 30-40 minutes (check that it is well cooked inside)

It’s delicious, and it keeps well for 2 or 3 days. It is great warmed with a little almond butter!

Blueberry oatmeal scones / Scones de mirtilo e aveia

I love bread! And there is nothing I can do about it! Sometimes I just have to eat it, even though I know I will likely feel heavy and bloated after. I found out that this is probably due to gluten or at least to wheat. So I have been looking and looking for alternatives that satisfy me. While I was living in New York I found some really nice brands of sprouted bread, and I was quite happy with it. But since I returned to Lisbon, the sprouted breads I found are not that delicious. I have been considering baking bread at home, but cannot find a recipe that seems doable. 

So I was quite happy yesterday when I found a gluten-free bread at my favourite biological supermarket. Of course it is not the same as ‘normal’ bread, but it is better than the sprouted breads. 
The same happens with all pastries! All are baked with wheat flour and so I try to stay away from them. This is however easier to overcome since there are several blogs dedicated to gluten free and vegan baking. I have been learning all the tricks to substitute eggs and white flour and sugar and have been quite successful, as you can see here. This time I had a lot of oatmeal as leftovers from making oat milk and so I decided to try to bake some scones. I followed a recipe by Dandelions on the Wall, with some slight modifications. Instead of rolled oats I included the leftover pulp and instead of maple syrup I included rice syrup and agave nectar. My extra was adding blueberries. It came out delicious! 
So for today’s brunch I had gluten free bread toast with ghee and a blueberry scone! And I realized that is possible to be gluten, dairy (apart from the ghee), sugar and egg free and have a wonderful and delicious breakfast! 
Here is the recipe (inspired by Dandelions on the Wall):
– 3 cups rolled oats (or leftover pulp)
– 1 1/2 cups gluten free flour mix*
– 1/2 tsp xantham gum
– 1/2 baking soda
– 1/2 tsp cinammon
– 1/4 tsp salt 
– 1/2 cup rice syrup
– 1/2 cup agave nectar
– 1/2 safflower oil
– 1tsp vanilla
– 1 1/2 well-mashed bananas
– 1/2 cup extras (blueberries, chocolate chips, raisins, etc)
Mix all dry ingredients; follow with wet ingredients and mix thoroughly; add extras and mix again. Place spoonfuls of the dough on a baking sheet and bake for 15-20 minutes at 180oC.
If you notice that you feel heavy and bloated after eating bread or pastries you may have a gluten sensitivity or intolerance. Try to remove food containing gluten (mainly wheat, rye and barley) from your diet for a couple of weeks and see if you feel any difference. If you want to know more about gluten and why it can cause intolerance, you can watch this video.
Eu adoro pão! E não há nada que eu possa fazer em relação a isso! E às vezes não resisto, e acabo mesmo por comer, mesmo sabendo que provavelmente me vou sentir pesada e inchada depois. Descobri recentemente que isso se deve provavelmente ao glúten, ou pelo menos ao trigo. Desde então tenho procurado alternativas que me satisfaçam. Enquanto estive a viver em Nova York, encontrei algumas marcas de pão germinado, e eram saborosos. Mas desde que voltei a Lisboa, os pães germinados que encontrei não são tão bons. Ainda considerei a hipótese de fazer pão em casa, mas não consigo encontrar uma receita que pareça fazível e que resulte. 
E por isso fiquei bastante feliz quando ontem encontrei um pão sem glúten à venda no meu supermercado biológico preferido. É claro que não é o mesmo que o pão “normal”, mas é bem mais saboroso do que os pães germinados.
O mesmo acontece com os bolos e bolachas! Todos são preparados com farinha de trigo e por isso tento ficar longe deles. No entanto, visto que existem vários blogs dedicados a receitas de bolos, bolachas e sobremesas sem glúten e vegan, é mais fácil cozinhá-los em casa. Tenho por isso vindo a aprender vários truques para substituir ovos e farinha branca e açúcar, e tenho sido bem sucedida, como podem ver aqui. Desta vez, estava-me a apetecer um bolinho, e como tinha bastante aveia, que me sobra sempre de fazer leite de aveia, decidi tentar fazer scones. Segui uma receita que encontrei no site ‘Dandelions on the Wall‘, modificando-a ligeiramente. Em vez de flocos de aveia, incluí a polpa de aveia e, em vez de xarope de mapple, incluí xarope de arroz e néctar de agave. O meu extra foram mirtilos. E sairam deliciosos!
Assim para o ‘brunch’ de hoje, comi umas torradinhas sem glúten com ghee e um scone de mirtilos! E percebi que é perfeitamente possível ter uma alimentação livre de glúten, laticínios (além do ghee), açúcar e ovos, e mesmo assim disfrutar de um maravilhoso pequeno-almoço!
Aqui fica a receita (inspirada no site Dandelions on the Wall):
– 3 chávenas de aveia em flocos (ou polpa de sobra)
– 1 1/2 chávenas de mistura de farinha sem glúten
– 1/2 colher de chá de xantham gum
– 1/2 colher de chá de fermento
– 1/2 colher de chá de canela
– 1/4 colher de chá de sal
– 1/2 chávena de geleia de arroz
– 1/2 chávena de néctar de agave
– 1/2 chávena de óleo de cártamo
– 1 colher de chá de baunilha
– 1 1/2 bananas bem esmagadas
– 1/2 chávena de extras (mirtilos, pedaçoes de chocolate, passas, etc)
Misturem todos os ingredientes secos; a seguir adicionem os ingredientes húmidos e misturem bem; adicionem os extras e misturem novamente. Coloquem bolinhas de massa em papel vegetal e levem ao forno durante 15-20 minutos a 180oC.
Se se costumam sentir pesados e inchados depois de comerem pão ou bolos, poderão ter uma sensibilidade ou intolerância ao glúten. Tentem remover alimentos que contenham glúten (principalmente trigo, centeio e cevada) da vossa dieta por algumas semanas e vejam se sentem alguma diferença. Para ficarem a saber mais sobre o que é o glúten e porquê pode causar intolerância, vejam este vídeo.

Perfect breakfast / Pequeno-almoço perfeito

Eu adoro papas de aveia, tanto que costuma ser o meu pequeno-almoço quase todos os dias. No entanto, com o tempo acaba por ser monótono, apesar de eu adicionar sempre canela, cacau em pó ou coco ralado para ter um sabor diferente em casa manhã. Por isso decidi criar uma alternativa às papas de aveia tradicionais, que seja gluten-free e altamente nutritiva.

Aqui está a lista dos ingredientes que misturei:

– flocos de millet (o millet é um cereal rico em vitaminas B, cálcio e ferro)
– flocos de trigo sarraceno (o trigo sarraceno é bastante rico em proteínas e antioxidantes, e minerais como o zinco, cobre e manganésio)
– flocos de amaranto (o amaranto é também bastante rico em proteína, e tal como a aveia, tem sido associado a benefícios para a saúde de pessoas que sofrem de hipertensão e doenças cardiovasculares)
– flocos de aveia
– sementes de linhaça moídas (as sementes de linhaça são uma das fontes mais importantes de ácidos gordos como ómega 3 de origem vegetal)
– sementes de girassol
– coco ralado
– canela em pó para polvilhar

Levar ao lume uma medida de aveia, (ou da mistura que quiserem de ingredientes) e duas medidas de leite ou água. Ir mexendo até as papas terem uma consistência cremosa. 

Fica delicioso! Podem preparar com o vosso leite preferido. Eu costumo usar leite de arroz ou de aveia. Podem também experimentar polvilhar com cacau em pó e, para adoçar, um bocadinho de xarope de tâmara ou umas gotinhas de stevia com sabor de baunilha! Quando sei que não vou ter tempo de preparar as papas de manhã, costumo fazer aquilo que chamo ‘papas overnight’. Misturo os cereais com o leite e coloco no firgorífico durante a noite. Na manhã seguinte está pronto e é apenas necessário aquecer rapidamente ou comer mesmo frio!



Amaranth

I love oatmeal, to the point where I have it for breakfast almost everyday. However, after a while it can get a little bit boring, even though I always include cinammon, cocoa powder and/or coconut flakes to have a different flavor each morning. So I decided to come up with an alternative to the traditional oatmeal, that is gluten-free and highly nutritious!


Here are the ingredients I mixed together:


– millet flakes (millet is rich in B vitamins, calcium and iron)

– buckwheat flakes (buckwheat is rich in protein and antioxidants, along with several minerals such as zinc, copper and manganese)
– amaranth flakes (amaranth is a grain quite rich in protein and along with oats has been shown to be of benefit for those suffering from hypertension and cardiovascular disease)
– oat flakes
– flaxmeal (Flax seeds are one of the most important vegetables sources of omega 3 fatty acids)
– sunflower seeds
– unsweetened shredded coconut
– cinammon to sprinkle on top


It came out delicious! Prepare it with your milk of choice. I usually use rice or oat milk. You can also try to use cocoa powder, and as a sweetener try to add a little bit of date syrup or vanilla flavored stevia! When I know that I won’t have the time to prepare it in the morning I prepare what I call an ‘overnight’ oatmeal. I mix the cereal with the milk and put it in the fridge. In the morning it is ready, and I just have to quickly heat it or even have it cold!